Ecografia Músculo-esquelética

A Ecografia Músculo-esquelética é uma técnica cada vez mais importante na prática clínica do Fisioterapeuta, quer como ferramenta de diagnóstico, quer na fase de tratamento de lesões.

A Ecografia fornece ao Fisioterapeuta evidências clínicas de alta precisão, auxiliando-o a localizar e interpretar com maior exatidão as lesões e/ou patologias dos pacientes.

Permite, em tempo real, programar e adequar o tratamento fisioterapêutico a aplicar, bem como avaliar e comparar, ao longo de diferentes sessões, a resposta e evolução do paciente.

Eletrólise Percutânea Músculo-esquelética

A Elétrósise Percutânea Músculo-esquelética é uma técnica de fisioterapia invasiva que consiste na aplicação ecoguiada de uma corrente galvânica, através de uma agulha de punção, que produz no tecido mole músculo-esquelético um efeito analgésico e desencadeia um processo inflamatório local que permite a fagocitose e a reparação dos tecidos afetados.

As modificações na estrutura e no comportamento mecanobiológico dos tecidos moles são imediatas e em tempo real, sendo imprescindível para a segurança e eficácia da aplicação desta técnica a utilização de um ecógrafo.

Neuromodulação Percutânea Ecoguiada

A técnica de Neuromodulação Percutânea Ecoguiada define-se como a estimulação elétrica, através de uma agulha com guia ecográfico, de um nervo periférico a um ponto do trajeto ou de um músculo localizado num ponto motor.

Realiza-se com auxílio de um ecógrafo e a sua aplicação baseia-se no recurso a uma agulha de punção associada a uma corrente de baixa ou média frequência, com vista a detetar respostas sensitivas ou motoras ao estimular o nervo periférico, alcançando assim uma resposta motora ao estimular o ponto motor.

A Neuromodulação tem como objetivos a diminuição da dor, restabelecer a função do sistema nervoso ( a nível periférico, central, somático, autónomo, sensorial, motor, vascular, glandular e visceral), melhorando a função neuromuscular, os padrões de recrutamento muscular e controlo motor.

Esta técnica é especialmente indicada para tratar casos de dor crónica, instabilidade articular, disfunções da coluna vertebral, hérnias discais associadas a radiculopatia, ruturas musculares e tendinopatias.